Tendências de Cores para 2010

Tendências de Cores para 2010
Depois de um período de turbulência em 2009, o próximo ano promete ser mais azul. Ao menos é o que apontam as principais pesquisas sobre as cores. Segundo o Colour Futures 2010, estudo mundial sobre tendências e desenvolvimento de cores, o Céu Californiano será a cor do próximo ano.
Esta cor foi apontada pelo estudo publicado no Brasil pela Tintas Coral e simboliza horizontes infinitos, novos começos e energias renovadas. O Colour Futures 2010 é um estudo mundial sobre tendências e desenvolvimento de cores e fruto de uma pesquisa sobre diversos fatores da sociedade como arquitetura, design, artes, cultura, moda, realidades política e econômica global.
O tom “Céu Californiano” pode ser associado a um céu amplo, ao frescor da brisa e ar puro. É caracterizada pelos especialistas como uma cor otimista e com capacidade de oferecer sensação de pureza e bondade. “Tons de azul claros e etéreos como a cor de 2010 são reconhecidos por serem refrescantes, reconfortantes e liberadores, além de oferecerem grande auxílio no combate à tensão, cansaço físico e exaustão”, explica Paola Vieira, Gerente Global de Cores da AkzoNobel e integrante do time internacional de oito especialistas do Colour Futures.
As características da cor “Céu Californiano”, considerada a melhor representante do estado de espírito do próximo ano, estão associadas à mensagem-chave do Colour Futures 2010: Recuperação. A palavra remete ao atual estado de espírito da sociedade, que se direciona a um papel mais ativo do indivíduo. “Acreditamos que em um momento de incertezas quanto à economia, política e meio ambiente, a ideia é que as pessoas passem a valorizar mais os amigos, a família e as comunidades locais, além de cuidarem do planeta em prol de um futuro saudável”, diz Benito Berretta, Diretor de Marketing da AkzoNobel.
Segundo o estudo, “Recuperação” oferece a todos a oportunidade de rever, criar melhor, aperfeiçoar o que já existe, recuperando o sentimento de sabedoria coletiva para o futuro. E é justamente dentro desse contexto que a equipe de especialistas do Colour Futures identificou cinco temas predominantes em 2010 – e suas respectivas coleções de cores: Espaço Silencioso, Fantasia Fluida, Convicção Fundamental, Espírito Livre e Doce Lembrança.
Espaço Silencioso
O tema aponta uma nova tendência de consumo dirigida ao que realmente tem valor em contraposição ao modismo – a sociedade já não se sente mais tão atraída pelas ilimitadas possibilidades de escolha. Este novo enfoque dado ao consumo realça conceitos e manifestações até então deixadas de fora, em um período de busca pelas manifestações mais óbvias do luxo, como poesia e mistério. Segundo o Colour Futures, esta nova independência de estilo deve recuperar um sentido real de beleza criativa e de escolha pessoal.
A característica predominante desta paleta é uma alquimia esfumaçada – sutil, subentendida e plena de cores atmosféricas que intrigam o olhar e alimentam a alma. Em contraste a uma paleta de tons espaciais de azuis escurecidos, verdes-azulados e cinzas minerais, cores individuais podem tornar-se um foco bem definido dentro do ambiente.
Fantasia Fluida
O esgotamento dos recursos do planeta está nos encorajando a procurar materiais não-naturais de maneiras inovadoras. Para essa nova atitude, bastante sintética, torna-se essencial a colaboração entre as diferentes indústrias. Segundo o estudo, este estado de fluxo é uma característica que define o presente – a sensação de movimento constante, de transição e de trabalho em andamento. A rápida evolução da tecnologia e a construção gerada a partir da informática permitem que as mais complexas formas e superfícies sejam criadas por meio dos mais modernos processos de fabricação, antes desconhecidos.
Esta paleta é de tons frescos e acres que parecem cintilar, fluir e brilhar, como também se movimentar de uma maneira alegre e desenfreada. Aqui as tonalidades são intensas, efervescentes e futurísticas – vermelhos sólidos e saturados fazem contraponto com rosa-pink, amarelo e turquesa em tons luminosos e pulsantes. Tons pastéis vívidos e quase fluorescentes, de energéticos efeitos óticos, explodem e irradiam.
Convicção Fundamental
O estudo notou uma realidade na qual a diferença entre o falso e verdadeiro está se tornando cada vez mais confusa, provocando uma carência imensa no sentido de recuperar a noção de confiança. Inocência e razão estão sendo redescobertas num momento em que os valores existentes são desafiados.  A mesa de refeições tornou-se uma metáfora visual para um novo desejo por verdade e simplicidade – qualidades que estão sendo vistas como universais e duráveis em um mundo de mudanças cada vez mais frenéticas.
Paleta de cores: os tons nos fazem lembrar grãos, ervas e flores medicinais – tons sutis que evocam um estilo de vida autêntico. Tons como o pálido da rosa selvagem, o dourado da casca da árvore, o verde musgo, e argila suave fazem alusão aos corantes naturais e aos pigmentos da terra. Cores que possuem caráter e personalidade, quase além da moda, são atemporais, descontraídas e harmoniosas.
Espírito Livre
Este tema simboliza individualidade, enfrentar sozinho a multidão, ousar ser diferente ou até mesmo um pouco rebelde. Os verdadeiros artistas e aqueles na vanguarda da moda sempre demonstraram um sentido peculiar de expressão pessoal e de pensamento à frente dos demais. Na medida em que nos empenhamos na recuperação da verdade contra as estereotipias, o nosso desejo de ser diferente volta a emergir.
Estas atitudes não-convencionais resultam numa paleta com atitude e afirmação – combinações de cores surpreendentes desafiam nossa percepção de coordenação usual e acomodada. Plásticos brilhantes se misturam tranquilamente e sem restrições com tonalidades terrosas; cores claras em tons pastéis se juntam a tons reduzidos e sutis. O resultado é uma combinação que sugere atmosfera e imagem alternativa de cultura popular urbana e uma vitalidade alegre e otimista.
Doce Lembrança
Hoje estamos no processo de revisitar os clássicos a fim de recuperar nossa cultura e história e compreender melhor onde nos encontramos no momento presente. Precisamos achar um contexto para nossas vidas e para nossa criatividade que possa ser direcionado para a flexibilidade criativa. Brincar com ícones do passado, reeditando e recontextualizando-os, trazendo-os ao presente, faz com que consigamos compreender e expressar melhor nossa herança cultural. Esta recuperação histórica do design nos fornece uma oportunidade de reformular nosso futuro e seguir em frente com humor e graça.
O calor desta paleta bem feminina é reconfortante, tranquilizante e reflete uma imagem de suave elegância – enquanto recebe vivacidade e um foco atual através da soma de tons profundos e icônicos, como cinza estanho, bronze esverdeado, vermelho laca e ouro velho.

Depois de um período de turbulência em 2009, o próximo ano promete ser mais azul. Ao menos é o que apontam as principais pesquisas sobre as cores. Segundo o Colour Futures 2010, estudo mundial sobre tendências e desenvolvimento de cores, o Céu Californiano será a cor do próximo ano.

Esta cor foi apontada pelo estudo publicado no Brasil pela Tintas Coral e simboliza horizontes infinitos, novos começos e energias renovadas. O Colour Futures 2010 é um estudo mundial sobre tendências e desenvolvimento de cores e fruto de uma pesquisa sobre diversos fatores da sociedade como arquitetura, design, artes, cultura, moda, realidades política e econômica global.

O tom “Céu Californiano” pode ser associado a um céu amplo, ao frescor da brisa e ar puro. É caracterizada pelos especialistas como uma cor otimista e com capacidade de oferecer sensação de pureza e bondade. “Tons de azul claros e etéreos como a cor de 2010 são reconhecidos por serem refrescantes, reconfortantes e liberadores, além de oferecerem grande auxílio no combate à tensão, cansaço físico e exaustão”, explica Paola Vieira, Gerente Global de Cores da AkzoNobel e integrante do time internacional de oito especialistas do Colour Futures.

As características da cor “Céu Californiano”, considerada a melhor representante do estado de espírito do próximo ano, estão associadas à mensagem-chave do Colour Futures 2010: Recuperação. A palavra remete ao atual estado de espírito da sociedade, que se direciona a um papel mais ativo do indivíduo. “Acreditamos que em um momento de incertezas quanto à economia, política e meio ambiente, a ideia é que as pessoas passem a valorizar mais os amigos, a família e as comunidades locais, além de cuidarem do planeta em prol de um futuro saudável”, diz Benito Berretta, Diretor de Marketing da AkzoNobel.

Segundo o estudo, “Recuperação” oferece a todos a oportunidade de rever, criar melhor, aperfeiçoar o que já existe, recuperando o sentimento de sabedoria coletiva para o futuro. E é justamente dentro desse contexto que a equipe de especialistas do Colour Futures identificou cinco temas predominantes em 2010 – e suas respectivas coleções de cores: Espaço Silencioso, Fantasia Fluida, Convicção Fundamental, Espírito Livre e Doce Lembrança.

Espaço Silencioso

O tema aponta uma nova tendência de consumo dirigida ao que realmente tem valor em contraposição ao modismo – a sociedade já não se sente mais tão atraída pelas ilimitadas possibilidades de escolha. Este novo enfoque dado ao consumo realça conceitos e manifestações até então deixadas de fora, em um período de busca pelas manifestações mais óbvias do luxo, como poesia e mistério. Segundo o Colour Futures, esta nova independência de estilo deve recuperar um sentido real de beleza criativa e de escolha pessoal.

A característica predominante desta paleta é uma alquimia esfumaçada – sutil, subentendida e plena de cores atmosféricas que intrigam o olhar e alimentam a alma. Em contraste a uma paleta de tons espaciais de azuis escurecidos, verdes-azulados e cinzas minerais, cores individuais podem tornar-se um foco bem definido dentro do ambiente.

Fantasia Fluida

O esgotamento dos recursos do planeta está nos encorajando a procurar materiais não-naturais de maneiras inovadoras. Para essa nova atitude, bastante sintética, torna-se essencial a colaboração entre as diferentes indústrias. Segundo o estudo, este estado de fluxo é uma característica que define o presente – a sensação de movimento constante, de transição e de trabalho em andamento. A rápida evolução da tecnologia e a construção gerada a partir da informática permitem que as mais complexas formas e superfícies sejam criadas por meio dos mais modernos processos de fabricação, antes desconhecidos.

Esta paleta é de tons frescos e acres que parecem cintilar, fluir e brilhar, como também se movimentar de uma maneira alegre e desenfreada. Aqui as tonalidades são intensas, efervescentes e futurísticas – vermelhos sólidos e saturados fazem contraponto com rosa-pink, amarelo e turquesa em tons luminosos e pulsantes. Tons pastéis vívidos e quase fluorescentes, de energéticos efeitos óticos, explodem e irradiam.

Convicção Fundamental

O estudo notou uma realidade na qual a diferença entre o falso e verdadeiro está se tornando cada vez mais confusa, provocando uma carência imensa no sentido de recuperar a noção de confiança. Inocência e razão estão sendo redescobertas num momento em que os valores existentes são desafiados.  A mesa de refeições tornou-se uma metáfora visual para um novo desejo por verdade e simplicidade – qualidades que estão sendo vistas como universais e duráveis em um mundo de mudanças cada vez mais frenéticas.

Paleta de cores: os tons nos fazem lembrar grãos, ervas e flores medicinais – tons sutis que evocam um estilo de vida autêntico. Tons como o pálido da rosa selvagem, o dourado da casca da árvore, o verde musgo, e argila suave fazem alusão aos corantes naturais e aos pigmentos da terra. Cores que possuem caráter e personalidade, quase além da moda, são atemporais, descontraídas e harmoniosas.

Espírito Livre

Este tema simboliza individualidade, enfrentar sozinho a multidão, ousar ser diferente ou até mesmo um pouco rebelde. Os verdadeiros artistas e aqueles na vanguarda da moda sempre demonstraram um sentido peculiar de expressão pessoal e de pensamento à frente dos demais. Na medida em que nos empenhamos na recuperação da verdade contra as estereotipias, o nosso desejo de ser diferente volta a emergir.

Estas atitudes não-convencionais resultam numa paleta com atitude e afirmação – combinações de cores surpreendentes desafiam nossa percepção de coordenação usual e acomodada. Plásticos brilhantes se misturam tranquilamente e sem restrições com tonalidades terrosas; cores claras em tons pastéis se juntam a tons reduzidos e sutis. O resultado é uma combinação que sugere atmosfera e imagem alternativa de cultura popular urbana e uma vitalidade alegre e otimista.

Doce Lembrança

Hoje estamos no processo de revisitar os clássicos a fim de recuperar nossa cultura e história e compreender melhor onde nos encontramos no momento presente. Precisamos achar um contexto para nossas vidas e para nossa criatividade que possa ser direcionado para a flexibilidade criativa. Brincar com ícones do passado, reeditando e recontextualizando-os, trazendo-os ao presente, faz com que consigamos compreender e expressar melhor nossa herança cultural. Esta recuperação histórica do design nos fornece uma oportunidade de reformular nosso futuro e seguir em frente com humor e graça.

O calor desta paleta bem feminina é reconfortante, tranquilizante e reflete uma imagem de suave elegância – enquanto recebe vivacidade e um foco atual através da soma de tons profundos e icônicos, como cinza estanho, bronze esverdeado, vermelho laca e ouro velho.

fonte: tintas coral

Camila Lamberti

Designer e Gerente de produtos, Camila Lamberti atua em uma empresa de grande porte do setor cerâmico nos estados de São Paulo e Bahia e tem como foco a pesquisa de tendências e conceitos que conquistem os consumidores. Com isso, Camila está sempre um passo a frente em relação às novidades do mercado de produtos para arquitetura, decoração, design e acabamentos.

Você pode gostar...