Madeira de Demolição e Sustentabilidade sempre são tendências

Já faz algum tempo que a madeira de demolição ganhou espaço no design graças à crescente preocupação com a sustentabilidade que envolve a todos. Tal material consiste em madeira reaproveitada de outros lugares demolidos, como o próprio nome já diz. A grande variedade de cores, formas e texturas pode ser utilizada com criatividade e ainda compor ambientes realmente incríveis. Confira abaixo alguns modelos para inspirar seu próximo projeto utilizando madeira de demolição.

madeira demolição

Já não é novidade a necessidade e o dever prático do desenvolvimento sustentável, que consiste, sobretudo, no exercício de um consumo consciente. Denise Barretto, arquiteta há mais de 20 anos demonstra, por meio de indicações de produtos, que aplicar a sustentabilidade na decoração de interiores é uma solução para se obter um ambiente requintado e atual.

A arquiteta participa da quarta edição da mostra Artefacto Beach & Country SP, em que apresenta o projeto Family Room de Campo, com foco em texturas nos tecidos, materiais rústicos, modernos, e, claro, sustentáveis. “O mercado oferece variadas opções de produtos que não degradam o meio ambiente, tanto na fabricação quanto no consumo. Podemos encontrá-los em praticamente todas as etapas da decoração, seja no acabamento, iluminação ou mobiliário.”, declara Denise Barretto.

Utilizado pela arquiteta no Family Room de Campo, o papel de parede Bark Cloth, da Orlean, é feito de cascas de árvores de figueiras costuradas à mão por tribos africanas da Uganda, garantindo um efeito visual de patchwork com tonalidades e texturas diferentes. Além de o produto ser inteiramente sustentável, já que não causa nenhum dano às árvores, e sua técnica possui a chancela da UNESCO, a empresa emprega a responsabilidade social de maneira forte, apoiando a cultura de um país de terceiro mundo.

Um utilitário interessante que intensifica o aconchego do ambiente é a lareira. Denise Barretto afirma que como a lareira EcoFireplaces, que funciona com biofluido líquido especialmente desenvolvido e licenciado para este fim. Não produz fumaça, resíduos inalantes, nem cheiro, e a emissão de CO2 é baixíssima, menor que o equivalente à nossa respiração.

Quanto à iluminação, Denise indica a utilização de lâmpadas de LED, pois proporcionam até 90% de economia de energia – o número varia de acordo com a marca e modelo -, importante para a preservação do meio ambiente, já que as maneiras tradicionais de geração de energia degradam a extração, causam desmatamento, emitem poluentes na atmosfera, etc. A madeira de demolição é outro elemento que, além de moderno, é 100% reciclado e pode ser utilizado em pisos, revestimentos e mobiliário, acrescentando rusticidade e elegância à decoração.

L1200228

IMG_8063

Camila Lamberti

Designer e Gerente de produtos, Camila Lamberti atua em uma empresa de grande porte do setor cerâmico nos estados de São Paulo e Bahia e tem como foco a pesquisa de tendências e conceitos que conquistem os consumidores. Com isso, Camila está sempre um passo a frente em relação às novidades do mercado de produtos para arquitetura, decoração, design e acabamentos.

Você pode gostar...