Amadurecimento do setor marca o Prêmio Nacional Aspacer de Design 2015

19920709783_f514ef1b25_o

Um segmento de Revestimentos Cerâmicos forte é aquele em que o crescimento de um de seus representantes contribui para o crescimento de todos os demais, beneficiando toda a cadeia. É por acreditar nisso que defendo o fortalecimento do Design de Superfície em nosso setor, colaborando sempre que posso para a realização de palestras, workshops e fóruns.

Assim, minha satisfação não poderia ser maior ao constatar o alto grau de maturidade que nosso mercado demonstrou na terceira edição do Prêmio Nacional Aspacer de Design, realizada no último 11 de agosto, em Santa Gertrudes, São Paulo.

É fácil constatar que a competição está cada vez mais acirrada, principalmente em função do número crescente de peças inscritas em todas as categorias. Isso é um claro sinal de que o interesse do setor por Design é cada vez maior e corresponde à busca crescente das empresas por diferenciação e pelo reconhecimento da qualidade de seus trabalhos.

Também digna de nota é a diversidade de competidores que encontramos na premiação: superando anos anteriores, a edição 2015 contou com a participação de cerâmicas dos mais diferentes portes, públicos e geografias – todas competindo em pé de igualdade pelo reconhecimento da relevância de sua produção.

Foi uma grata surpresa encontrar peças de inegável qualidade produzidas por cerâmicas da região de Santa Gertrudes lado a lado com produtos de cerâmicas de renome do Sul e do Nordeste. Numa clara demonstração do alto grau de maturidade do nosso mercado, empresas de grande porte apresentaram seus produtos nas mesmas condições que cerâmicas menores, sem qualquer discriminação ou juízo prévio.

20353927650_5f096b36c9_o

Mas o grande diferencial e principal atrativo desta edição do Prêmio Aspacer ficou mesmo por conta deles: os produtos. Quantas surpresas boas! Quanta ousadia! Confesso que saí da premiação inspirada e entusiasmada com peças apresentadas por diversos competidores. Mais do que investir em apostas seguras, muitas empresas ousaram com novos conceitos, temáticas diferenciadas e soluções técnicas inusitadas… Dá pra dizer que não ficamos devendo nada às grandes competições do setor!

Com certeza os jurados tiveram muito trabalho para escolher entre tantas soluções de qualidade, tanto em termos de produto quanto em conceito. Exemplo disso é a peça vencedora do principal prêmio, a desejada viagem para Milão. O trabalho do Mateus Lahr, da Cerâmica Cedasa, é precioso pois estimula o setor a pensar diferente, elaborar conceitos inovadores, sair do que já temos em linha, arriscar para além dos produtos tradicionais.

20533117622_f4fdb5cbd1_o

Trata-se de uma importante oportunidade para refletir sobre nossa atuação, pois se nós, designers, duvidarmos de nossa capacidade de elaborar conceitos diferenciados e ousados, estaremos questionando nosso próprio fazer.

Afinal, a todo momento somos pressionados pelas áreas comerciais e industriais das empresas para criarmos “o que vende”, “apostas certas” que não representam riscos. Desta forma, acabamos nos limitando a fazer sempre o mesmo, com o mínimo possível de diferenciação e esforço. É pouco, não é?

Cabe a nós, designers, contribuir para apresentar da melhor maneira nossos produtos no PDV, favorecer sua venda, orientar sua aplicação, facilitar seu uso e, em última instância, comunicar ao mercado e aos consumidores nossos diferenciais.

20355331539_1c66df6647_o

Não faltam exemplos de empresas que investem no desenvolvimento de produtos, conceitos e formatos diferenciados para sair da “guerra de preços”, construir sua reputação, conquistar seu consumidor e consolidar seu próprio mercado. Até empresas do ramo da construção civil já aprenderam esta lição, enquanto ainda estamos começando a entendê-la no segmento dos revestimentos cerâmicos.

Não é este o grande diferencial do setor cerâmico europeu? Lá, ao investirem em pesquisa e inovação, as grandes referências do mercado apostam alto na diferenciação. Portanto, faz sentido continuarmos insistindo nos mesmos campeões de venda, aqueles que vendem milhões de metros quadrados mas que vivem ameaçados pelas cópias chinesas ou de outro produtor mais barato? Estamos realmente satisfeitos com a qualidade de nossas entregas?

Já tivemos uma importante transformação no mercado com o advento da era digital, quando finalmente percebemos que os revestimentos também poderiam decorar ambientes. E agora é a hora da próxima revolução, de entendermos que os revestimentos cerâmicos podem ser soluções muito mais sofisticadas, tecnológicas e, por que não, acessíveis!

20515324346_df7d28e998_o

Desculpe a pequena digressão, mas o que mais me entusiasmou nesta edição do 3º Prêmio Nacional Aspacer de Design foi perceber que mais e mais empresas do nosso mercado estão saindo da “guerra dos preços” por meio da aposta em Design de qualidade. E os resultados estão todos aí: lindos, sofisticados… e premiados. Isso não é bom pra todo mundo?

Olha, confesso que já estou ansiosa pelo ano que vem!

Camila Lamberti

Designer e Gerente de produtos, Camila Lamberti atua em uma empresa de grande porte do setor cerâmico nos estados de São Paulo e Bahia e tem como foco a pesquisa de tendências e conceitos que conquistem os consumidores. Com isso, Camila está sempre um passo a frente em relação às novidades do mercado de produtos para arquitetura, decoração, design e acabamentos.

Você pode gostar...