CERSAIE 2015: surpresas e confirmações

Londres, Milão, Bologna… Setembro foi um mês agitado na Europa para apaixonados pelo design e pela inovação. Claramente já perceberam por lá que o Design é a melhor resposta à crise, por agregar valor e possibilitar a diferenciação aos produtos (Por que fazer diferente aqui?).

Na edição 2015 da tradicional feira de revestimentos cerâmicos de Bologna pudemos notar algumas tendências se consolidando e se transformando em comportamentos, como o emprego da modularidade e padrões geométricos nas composições – seguindo o caminho das já onipresentes sustentabilidade e impressões digitais de alta resolução.

Aspen_Havana_Lux_Rett_40x170_1

De outro lado, mais uma vez os brilhos foram destaque e o luxo vai conquistando mais espaço, mas a bola da vez são as texturas, que estão se renovando e se revelando na forma de gratas surpresas.

Agora quase tudo brilha! Os produtos brilhantes estão em todo lugar: desde mármores e madeiras, até pedras e cimentos. De olho na exportação para mercados de crescente consumo, como Turquia e Oriente Médio, os fabricantes estão usando os brilhos para oferecer glamour através de detalhes luxuosos com muito ouro e materiais preciosos. Ano passado já foi assim, lembram? Algo pra ficar de olho.

Mas a grande surpresa ficou por conta de uma textura maravilhosa: um acetinado bem sedoso que proporciona material muito aconchegante e convidativo ao toque por meio de uma variedade bem interessante de desenhos e cores – aplicadas em produtos que vão dos cimentos aos mármores.

Por falar em texturas, também me encantei com uma mistura impressionante de texturas (brilho, mate, relevos diversos, etc.) reunidas na mesma aplicação e proporcionando um efeito muito interessante. No ano passado esse conceito já fora empregado pela Cerâmica Impronta, que agora batizou a novidade como “Mix Surfaces”, aplicando-a em diversos ambientes. Neste ano, porém, esta combinação veio com tudo e várias outras cerâmicas também apostaram neste caminho (como Casagrande Padana, Everstone, Scandola Marmi, Caesar, Love, etc.).

Já as opções de revestimentos que simulam madeiras estão mais clássicas nas cores e texturas, mas seus desenhos continuam presentes em todas as variedades que encontramos na natureza (ou seja, tons naturais para todos os gostos, especialmente os mais rebuscados e as madeiras de demolição).

Outra aposta de destaque foi o crescimento dos revestimentos com 20 a 30 mm de espessura para uso em áreas externas (ou até internas) mas que não necessitam de assentamento. Com isso, se reforça o compromisso com a sustentabilidade, pois não existe mais o entulho gerado pelos revestimentos que foram substituídos.

Formatos diferenciados??? Sim!!! Como já era esperado, os hexágonos e vários outros formatos geométricos interessantes proliferaram para personalizar e diferenciar cada vez mais os ambientes através do design de qualidade e da modularidade. Aliás, empresas como Porcelanosa, Fiandre, Coem, Venus, Kutahya e DSG Ceramiche apresentaram diversos modelos, desenhos, texturas e formas que  evidenciaram a modularidade como um recurso diferenciado para revestimentos.

Os grandes formatos, por sua vez, estavam muito bem trabalhados e expostos, verdadeiros statements da atual capacidade técnica de produção. Mas isso não quer dizer que os pequenos formatos perderam sua importância, pelo contrário: eles estão sendo trabalhados junto com os formatos maiores para deixar os ambientes super contemporâneos e aconchegantes. E eles estão em todo lugar, inclusive no mobiliário: bancos, mesas, portas e armários… Lindos nas cores, formas e texturas.

Por fim, foi muito bom encontrar diversos produtos com uma combinação de texturas e geometrias que fugiam da tradicional reprodução de mármores, madeiras e pedras. Quanta criatividade! Fui surpreendida por alguns resultados, como os revestimentos que simulavam aglomerados de MDF com estampas de sinalização por cima. O resultado foi uma combinação perfeita que proporcionou um ambiente muito descolado.

Como se pode ver, a criatividade e o design estão em alta lá fora como alternativas à estagnação e à mesmice. Aliás, notaram os milhões de visitantes que a Expo 2015 de Milão recebeu? É, a velha senhora Itália, tão parecida conosco, está apontando o caminho para inovar e voltar a crescer…

Camila Lamberti

Designer e Gerente de produtos, Camila Lamberti atua em uma empresa de grande porte do setor cerâmico nos estados de São Paulo e Bahia e tem como foco a pesquisa de tendências e conceitos que conquistem os consumidores. Com isso, Camila está sempre um passo a frente em relação às novidades do mercado de produtos para arquitetura, decoração, design e acabamentos.

Você pode gostar...